Notícias


Produção de bonés em Serra Negra do Norte é a segunda maior do Brasil

O município de Serra Negra do Norte despontou no mapa econômico do país pela alta produção de bonés. São produzidos por mês uma média de 1 milhão de peças. Os produtos são exportados para várias regiões e garantiu a cidade recentemente, a segunda posição no ranking de produção do acessório no Brasil. 

Segundo o prefeito de Serra Negra do Norte, Sérgio Fernandes, a produção representa atualmente a geração de emprego e renda para 10% da população. "É uma alegria receber essa notícia e perceber que a atividade supera a própria condição do momento econômico do país. Temos uma população de oito mil habitantes e 10% desse total está diretamente dentro do espaço produtivo das fábricas de bonés. Isso é um número importante e que merece todo reconhecimento em questão do trabalho", ressaltou. 

A primeira colocação no ranking de produção de bonés é ocupado pela cidade de Apucarana, no Paraná. "Esse indicativo demonstra a capacidade que temos em competir com o próprio mercado da região sul, evidentemente, os desafios aqui são maiores, mas com a força do povo é possível vencer as dificuldades e demonstrar crescimento", avaliou Sérgio Fernandes.

Política pública

O prefeito também comentou o trabalho da gestão municipal em organização da cidade e o incentivo a produção. "A gestão tem buscado organizar a cidade, melhorar os serviços públicos para população e esse aspecto econômico também faz parte desse espaço de debate,  uma vez que apoiamos e incentivamos o trabalho de produção", concluiu.

« Voltar